Filmes para ver

Hoje seria o dia para escrever sobre cinema, mais precisamente sobre algum filme que vai estrear amanhã. Só que eu estive doente semana passada e estou em semana de provas na facu. Então, não tive tempo algum de pesquisar e assistir nesta semana. Assim sendo, vou escrever uma lista que considero “os imperdíveis”. Mas veja bem, a lista é totalmente baseada em gostos próprios meus e não na importância cinematográfica da obra.

Dogma, Lars Von Trier

Eu gosto pelo cenário, fantástico, pelo sentimento de culpa da personagem principal que cresce à medida que ela se depara com situações de vida piores que a dela; pelo desenvolvimento da ira e da ironia, quando ela descobre o pior da faceta humana: levar vantagem sobre os outros.

Moulin Rouge: o Amor em Vermelho, Baz Luhrmann

Porque eu sou romântica no talo e chorei sem parar no final.

Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, Michel Gondry

Porque eu sou romântica no talo e chorei sem parar no final. E pela genial montagem! Eu adoro filmes esperançosos: o amor sempre vence!

Closer, Mike Nichols

Só para cair na realidade. Parece contraditório, mas eu também sou. Então…

Encontros e Desencontros, Sofia Coppola

Lindo, chique e fino. Traduz o que eu sinto muitas vezes: a solidão que sentimos, mesmo cercado por milhões de pessoas nas grandes cidades.

O Grande Lebowski, Irmãos Cohen

Porque eu nunca ri tanto com alguma cena quanto àquela que Dude está fumando maconha no fusquinha e bate. É um clássico!

Peixe Grande, Tim Burton

É sobre pai. Não preciso dizer mais nada!

À Espera de um Milagre, Frank Darabont

Por causa da época e por criticar o preconceito racial nos EUAs.

Vicky Cristina Barcelona, Woody Allen

Pronto, um filme do Woody Allen na minha lista. Demorou, mas cedi em reconhecer que o diretor é realmente inteligentíssimo. E ele não poderia trabalhar com atores melhores: Penélope Cruz, Scarlett Johansson e Javier Bardem. E outra, adoro a história de uma jovem insaciável, que gosta mesmo é de mudar.

Volver, Pedro Almodóvar

Least but not last. Porque fala de mãe. E não preciso dizer mais nada, certo?

Se você não concorda, não tem problema. Mas não deixe de assistir a nenhum deles.

P.S: EU ADORO CINEMA!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s