Difíceis arcos-íris

Para ouvir, enquanto lê: From Above, Ben Folds + Nick Hornby

Ela só queria saber do que são feitos os arcos-íris. Saber não, aprender, vai que ela consegue produzir um apenas seu? E andou pela vida, desde muito jovem, tentando alcançar o que estipulou.

Certo dia, encontrou um rapaz que disse a ela: “posso te contar do que são feitos os arcos-íris”. Ela, contente, acreditou piamente e deixou-se aprender. Aprendeu que eles são feitos de cores “VLAVAAV, vermelho, laranja, amarelo, anis, azul e violeta”. Ela, esperançosa, foi então reunir cores.

Depois de muito custo, e muito tempo, reuniu todas as 7 cores em um lugar só. A mais difícil de achar foi o vermelho, que se escondia em meio a roseiras espinhosas e agressivas. A mais fácil, certamente, foi a verde que acompanhava laranja em um lugar além da cidade.

Contudo, o único arco-íris que conseguiu construir foi um desenho desconexo, sem sentido. Fora enganada por um certo alguém que garantiu que arco-íris eram feitos de cores. Pensou no tempo que perdeu, no mundo que deixou para trás em busca de ingredientes sem sentido e de conselhos que não passavam de uma brincadeira de mal gosto de um homem sem coração. Desesperou-se, esperneou e dormiu a chorar, para esquecer do que acontecerá.

Acordou depois de alguns anos, sem vontade de voltar a aprender sobre  a materialidade dos arcos-íris. Até o dia que, nessas andanças sem sentido, encontrou um outro alguém que também desejava, desde cedo, descobrir do que são feito os arcos-íris. Contagiada pela paixão e esperança dele, garantiu ajudá-lo na procura. E foi, perguntando, pesquisando, errando e aprendendo.

Ela desconfia que arcos-íris formam-se a partir da água, mas não sabe direito como. Também não ousa discutir isso com  ninguém, acha um pouco de loucura pensar que algo que se forma no ar possa ser feito de água. De qualquer forma, está em uma busca acirrada, desta vez acompanhada.

Se achará a resposta ou não, não sabe. Ela crê que, para descobrir, precisa andar mais um pouco a conversar com pessoas de amenidades. Mas, talvez assim consiga pistas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s