“I’m here”

Amor é doar-se. Muitas vezes, é abrir mão de quase tudo que somos. O amor nos muda, muda sonhos, objetivos, conceitos. O amor é assim… É meio belo, meio escravo. Mas aí vem a pergunta: até onde ir? Até quando? Quem vai julgar? Até quando vale a pena?

Spike Jonze, genialmente, discute isso (e várias outras coisas) nesse curta. E nos faz rever conceitos de amor e do que é ser “robô”. Quem, nessa história de amor, de fato são os robôs?

 

 

*Publicado originalmente na Timeline do Facebook em 09/Jan/2012.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s